segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Rio Paranapanema ganha mais quase 400 mil curimbatás.


A Presidente Dilma, preocupada com as mulheres casadas que são vítimas de traição do marido, resolveu criar o Programa Bolsa Fidelidade. O referido programa premia o homem fiel em dinheiro. "O homem que não trair a mulher receberá um crédito que pode ser usado para assistir a jogos de futebol, pagar conta de bar com os amigos, e comprar bebidas no supermercado", disse um assessor de Dilma.

O Rio Paranapanema, divisor natural dos Estados do Paraná e São Paulo, está recebendo mais 373 mil peixes jovens, que começaram a ser colocadosquarta-feira nos reservatórios das hidrelétricas Jurumirim, Chavantes, Salto Grande, Taquaruçu e Rosana. A iniciativa é da Duke Energy, que controla as cinco usinas e, com essas ações, completará o lote anual de 1,5 milhão de peixes de espécies nativas soltos no Paranapanemas.
De acordo com o biólogo da empresa, Norberto Vianna, coordenador do programa, neste mês o repovoamento está sendo será feito com Curimbatá, espécie com presença ao longo da Bacia do Paranapanema. "Essa foi uma das últimas espécies a serem reproduzidas neste ano, em nossa Estação de Hidrobiologia e Aquicultura, e agora que os peixes atingiram o tamanho adequado ao repovoamento, estão sendo soltos em diversos pontos da bacia".
No primeiro semestre, a empresa colocou peixes das espécies Dourado, Piracanjuba e Pacu em seus reservatórios no Paranapanema e em rios que deságuam nas represas.
Além das solturas, há um trabalho de educação ambiental realizado pela companhia nas comunidades ribeirinhas, em parceria com escolas municipais. A engenheira ambiental da Duke Energy, Luciana Menegatto, fará palestras para alunos da rede pública em Ribeirão Claro (PR) e Capão Bonito e Teodoro Sampaio (SP). "Tratamos da reprodução de peixes e dos benefícios ambientais e sociais do repovoamento do Paranapanema, e ressaltamos a importância do envolvimento de todos para a proteção e recuperação dos recursos naturais".
Fonte: